quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

OS VINHOS DE PORTUGAL ESTÃO DE REGRESSO AO BRASIL



OS VINHOS DE PORTUGAL ESTÃO DE REGRESSO AO BRASIL

As primeiras ações são já na próxima semana, dias 4, 5 e 6 de março, no Rio de Janeiro, e as inscrições já estão abertas

A Associação dos Vinhos de Portugal está de regresso ao Brasil para realizar mais um conjunto de ações de formação sobre vinhos portugueses, exclusivamente dedicadas ao trade e formadores de opinião.

Até setembro de 2013, prevê-se a organização de várias sessões, de nível 2 e 3, em 13 cidades do Brasil: Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto, Santos, Recife, Belém, João Pessoa, Salvador da Bahia, Brasília, Curitiba, Belo Horizonte e Florianópolis. Uma vez mais será o reputado crítico de vinhos Rui Falcão a conduzir as sessões, dando a conhecer as principais regiões vitivinícolas de Portugal e a história, clima, castas e estilos dos vinhos portugueses. Haverá também a degustação de vários rótulos de Portugal e a aplicação de um teste de avaliação, que habilita os participantes com melhores resultados a ganharem uma viagem a Portugal (para um tour e degustações por vinícolas portuguesas).

Esta campanha, que conta novamente com a produção da Essência do Vinho Brasil, prevê ainda a realização de jantares de harmonização, dedicados exclusivamente a jornalistas convidados, bem como workshops para membros das Associações Brasileiras de Sommeliers e para alunos do SENAC.

As inscrições nestas ações são totalmente gratuitas mas obrigatórias porque sujeitas a lugares limitados.

Os interessados só têm de consultar o calendário das ações e seguir as instruções nele indicadas para inscrição. De notar que as inscrições só são válidas para uma ação / um dia, sendo o nível 2 para quem não participou nos cursos Vinhos de Portugal realizados em 2012 e o nível 3 para quem já participou nestes cursos.

Baixe o calendário das ações aqui: PDF.
Envie sua escolha (ação, nível, dia, cidade) e dados (nome, profissão, empresa, email e telefone) para o email: inscricoes@essenciadovinho.com

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

11 e 18.MAR.2013 – 2ª.feiras – 20:00 hs - CURSO DE INFORMAÇÃO BÁSICA DE VINHOS



● 11 e 18.MAR.2013 – 2ª.feiras – 20:00 hs - CURSO DE INFORMAÇÃO BÁSICA DE VINHOS - Uma verdadeira viagem enogastronômica e histórica, conduzida pelos aromas e sabores do vinho, onde o roteiro tem início e não tem ponto para terminar!. Descomplicando o tema, o curso desenvolve os sentidos para a degustação com mais propriedade das características do vinho. Duas aulas sobre a história do vinho, os principais países produtores e as uvas mais emblemáticas. Aprenda a degustar corretamente o vinho, descrevê-lo, armazená-lo, escolher a taça correta e a interpretar rótulos de forma simples e descomplicada. No Curso Básico de Informações de Vinhos você fará um passeio pelos países produtores mais importantes, as características de cada variedade de uva, tipos de taças, as rolhas, temperatura ideal de armazenamento e consumo, decifrando os diferentes rótulos, introdução à harmonização.  Assuntos desenvolvidos: História do Vinho, Principais Castas Viníferas e Uvas, O Vinho e sua Elaboração, Tipos de Vinhos (brancos, tintos, rosés, espumantes e fortificados). O enólogo, o Sommelier e o Enófilo. Análise Sensorial do Vinho, Avaliação Visual, Avaliação Olfativa, Avaliação Gustativa, Avaliação Global. Técnicas e Tipos de Degustações. Guarda e Serviço do Vinho. Acessórios do Vinho. Formação de Adegas. Harmonizações de Vinho e Comida. Principais Regiões Produtoras. Degustações Orientadas. Críticos, Guias, Revistas de Vinhos e Notas. Ficha de Avaliação - Reservas pelo Tels.: 8839-3341 (Márcio Oliveira).  Valor Individual: R$ 300,00 - Local: Rua Dominicanos, nº 165- Sl.605 - Serra - Belo Horizonte. Horário: 20:00 horas.  Participante recebe apostila “Mundo do Vinho” e degusta no mínimo 12 vinhos diferentes (6 a cada Encontro). Datas e programas passíveis de alteração. Todos os Eventos de Vinhos do Márcio Oliveira são para maiores de 18 anos.

PORTOS DE SONHO



Prova única e nunca outrora realizada em Portugal, contou com vinhos do Porto: Andresen 1910, Niepoort VV, Wine & Soul 5G- Five Generations, Scion, Tributa e Wiese & Krohn 1863. 

ANOTAÇÕES DE VIAGEM - AROMAS E SABORES PORTUGUESES III – VISITANDO A CHURCHILL´S

“ ANOTAÇÕES DE VIAGEM - AROMAS E SABORES PORTUGUESES III –   VISITANDO A CHURCHILL´S” – Apesar desta empresa ter sido fundada em 1981 por John Graham, a Churchill´s é a primeira empresa britânica independente, exportadora de Vinho do Porto, a ser registada na cidade do Porto, num período superior a 50 anos. O seu fundador está ligado a este ramo de atividade desde 1973, tendo sido, durante os primeiros 8 anos, responsável pela produção na firma Cockburns Smithes Lda. Foi igualmente gestor da Quinta da Eira Velha, em projeto da Cockburns, onde foi produzido o Eira Velha 1980 Vintage.
Com a criação da Churchill´s, John Graham foi acompanhado pelos seus irmãos, Anthony e William Graham, na condução dos negócios da empresa, que envelhece seus vinhos em caves próprias situadas em Vila Nova de Gaia. As Caves com as suas grossas paredes de granito e o seu chão de terra batida, ajudam a manter a temperatura necessária à correta maturação do precioso líquido.
A armazenagem de um novo Vinho do Porto é um fator fundamental no seu envelhecimento, tendo a empresa um grande cuidado na definição do tempo de manutenção do vinho em cubas ou em pipas de carvalho.
O Churchill´s tem como origem algumas das melhores Quintas situadas nos vales da região do Douro Superior. Como exemplo podemos citar as Quintas da Manuela, Água Alta e Fojo. Cada uma destas propriedades, com as suas características próprias, dá origem a vinhos com um caráter único e cuja combinação origina excelentes Vintage.
Fomos recebidos por Maria Emilia Campos e John Graham, com quem tivemos a oportunidade de provar os seguintes vinhos:
● CHURCHILL´S ESTATES DOURO BRANCO 2011 – Um branco com 10% de Vinhas Velhas num corte de Rabigato e Viosinho, que lhe toquesde frutas tropicais. Fresco, com boa acidez, boa mineralidade, corpo médio. Boca com boa estrutura. Um vinho versátil para acompanhar arroz de mariscos, aspargos, pescados, excelente sugestão para o dia-a-dia.
● CHURCHILL´S ESTATES DOURO TINTO 2010 – O vinho mostra um bom lado de frescor e frutas, o que foge um pouco do normal dos vinhos portugueses. Este tinto passa por madeira, que não é o predominante nos aromas ou sabores. Toque de fruta vermelha e negra fresca. Taninos ainda vivos, com bom potencial de guarda por conta do frescor.
● CHURCHILL´S ESTATES DOURO TOURIGA NACIONAL 2009 – Um monocasta de personalidade, vibrante (ótima acidez), bons taninos. Longo em boca, com evidente perfil gastronômico. Os vinhedos estão muito bem posicionados em termos de exposição solar, com videiras de idade média de 10 anos e ainda vinhas velhas. Muito boa estrutura, um vinho que enche a boca !
● CHURCHILL´S QUINTA DA GRICHA 2005 – Um vinho muito elegante, com boca surpreendente. Frescor e taninos macios lembrando pelo conjunto um grande vinho de Bordeaux.
● CHURCHILL´S GRANDE RESERVA 2009 – Um vinho fechado inicialmente, que depois mostroubom potencial de envelhecimento, e uma boca de longa persistência.
● CHURCHILL´S DRY WHITE – Um vinho para ter-se na porta da geladeira para beber quando chegar em casa. Simples, simpático, genuinamente gostoso! Aromas de leve oxidação, como um jerez. Em boca o ataque é saboroso, longo, gostoso, com notas de flores de laranjeira, laranja.
● CHURCHILL´S 10 ANOS – Aromas sedutores de figo turco, ameixa seca, delicioso e convidativo. Álcool muito agradável, boa acidez e persistência. Gostoso sem ser muito doce ou enjoativo.
● CHURCHILL´S 20 ANOS – Um vinho mais elegante que o de 10 anos, com o toque de figo turco, ameixa sexa. Looongo em boca!!!
● CHURCHILL´S RESERVE – Um vinho de belo equilíbrio, passa 4 anos em balseiro, mas evitam que a madeira predomine. Muito elegante, com nota de figo turco, ameixa sexa. Outro vinho looongo em boca!!!
● CHURCHILL´S LBV 2007 – Outro vinho de belo equilíbrio, e que também passa 4 anos em balseiro, e depois mais 5 anos em garrafa, antes de ir para o Mercado. Não é filtrado. Ideal decantá-lo por 2 a 3 horas. Show de vinho !!!
● CHURCHILL´S 10 ANOS TAWNY – O Churchill tem uma cor mais profunda que os demais Tawny´s. Metade do vinho é envelhecida em balseiros (pipas de 600 litros) e metade em casco para preservar a fruta.
● CHURCHILL´S 20 ANOS TAWNY – Parte do vinho é envelhecida em balseiros velhos, buscando manter-se o frescor e dar ótimo equilíbrio para o vinho.


segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

CONVITE PARA PARTICIPAR DO CONCURSO: "VINHOS DO ALENTEJO - O MELHOR SOMMELIER NO BRASIL"

Caros Sommeliers,

CVRA - Comissão Vitivinícola Regional do Alentejo contratou a EV-Essência do Vinho para organizar o concurso "Vinhos do Alentejo - O Melhor Sommelier no Brasil", a realizar-se no próximo dia 27 de Fevereiro, no Hotel Ouro Minas, em Belo Horizonte

Esta iniciativa enquadra-se numa campanha promocional e de divulgação dos vinhos alentejanos no mercado brasileiro, com o objetivo de fomentar a curiosidade dos profissionais brasileiros e de abrir portas para uma presença mais efetiva destes vinhos portugueses em espaços de qualidade da hotelaria e restauração do Brasil. 

O evento consiste numa ação de treinamento sobre vinhos alentejanos, dirigida a um grupo restrito de 20 sommeliers, ativos e que estejam trabalhando em restaurantes, hotéis e bares, e que será conduzida por um dos mais reputados críticos de vinho português, o Rui Falcão. A ação inclui momentos de prova de alguns dos melhores rótulos do Alentejo e terminará com a aplicação de um teste de avaliação. Quem conseguir o melhor resultado irá ganhar uma viagem a Portugal (incluindo acompanhante) para a realização de um tour e tastings pela região do Alentejo. 

A mesma ação irá repetir-se nas cidades de Recife (25 fev.), Campinas (1 março), São Paulo (2 set.), Rio de Janeiro (4 set.) e Curitiba (9 set.). No final destas ações, os vencedores de cada cidade irão submeter-se a um teste de avaliação final para se identificar o melhor sommelier de Vinhos do Alentejo no Brasil.

Fico no aguardo de suas inscrições.

Atenciosamente,

NUNO GUEDES VAZ PIRES
diretor  executivo

Edifício EV
Rua Mouzinho da Silveira 54-56 / 4050-414 Porto · Portugal
T. +351 222 088 499 / F. +351 222 088 50



| CONVITE |
02-VA_melhorSommelier_BR-BH

INSCRIÇÕES GRATUITAS MAS OBRIGATÓRIAS PARA O EMAIL: inscricoes@vinhosdoalentejo.pt


Para se inscrever, deverá responder a este email enviando os seguintes dados:
/ Ação e Cidade em que se está a inscrever (ex.: Concurso O Melhor Sommelier no Brasil - Belo Horizonte)
/ Nome:
/ Profissão:
/ Empresa:
/ Telefone:
/ Email:

Irá receber um email a confirmar a sua inscrição.  


| CVRA - Comissão Vitivinícola Regional do Alentejo |
| Tel. +351 266 748 870 |
| Fax +351 266 748 879 |

REVISTA DOS VINHOS DISTINGUE “OS MELHORES DO ANO” EM PORTUGAL II


REVISTA DOS VINHOS DISTINGUE “OS MELHORES DO ANO” EM PORTUGAL II - Pelo 16º ano consecutivo, a Revista de Vinhos premia os melhores vinhos portugueses, bem como as personalidades, empresas e instituições ligadas à área de vinhos e gastronomia que mais se distinguiram durante o ano 2012. Seja como for, uns e outros constituem o grupo de néctares que foram considerados como os melhores vinhos lançados em Portugal em 2012. Foram escolhidos 30 Prêmios de Excelência e 131 Prêmios Melhor por Região.

PRÉMIOS DE EXCELÊNCIA
Anselmo Mendes Curtimenta Vinho Verde Alvarinho branco 2011
Barca Velha Douro tinto 2004
Quinta do Vale Meão Douro tinto 2010
Poeira Douro tinto 2010
Quinta da Touriga-Chã Douro tinto 2009
Ultreia Douro tinto 2008
Quinta do Noval Douro tinto 2009
Quinta da Leda Douro tinto 2009
Legado Douro tinto 2008
Quinta da Manoella Vinhas Velhas Douro tinto 2010
Quinta do Vallado Douro Reserva tinto 2010
Quinta da Pellada Dão tinto 2008
Quinta dos Carvalhais Único Dão tinto 2009
Principal Bairrada Grande Reserva tinto 2008
Kompassus Private Collection Bairrada tinto 2009
Quinta do Ribeirinho Pé Franco Bairrada tinto 2009
Quinta das Bágeiras Pai Abel Bairrada branco 2009
CH by Chocapalha Reg. Lisboa tinto 2009
Cinquenta A.S. Reg. Península de Setúbal tinto 2009
Esporão Private Selection Alentejo Garrafeira tinto 2009
Torre do Esporão Alentejo Garrafeira tinto 2007
Pêra-Manca Alentejo tinto 2008
Grande Rocim Reg. Alentejano tinto 2009
Warre's Porto Vintage 2009
Taylor's Porto Vintage 2009
Graham's Vinho do Porto 30 anos
Graham's Vinho do Porto Colheita 1969
José Maria da Fonseca Setúbal Moscatel Roxo 20 Anos
Blandy’s Madeira 20 anos Terrantez
Bastardinho de Azeitão Vinho Licoroso 30 anos

OS MELHORES EM CADA REGIÃO

ESPUMANTES
Kompassus Blanc de Noirs Bairrada espumante branco 2009
Murganheira Távora Varosa Espumante Millésime branco 2005
Murganheira Cuvée Reserva Especial Távora Varosa Espumante branco 2002
Condessa de Santar Dão Espumante branco 2009
Vértice Cuvée Douro Espumante Reserva branco 2009

VINHO VERDE ALVARINHO
Muros de Melgaço Vinho Verde Alvarinho branco 2011
Soalheiro Primeiras Vinhas Vinho Verde Alvarinho branco 2011
Quinta da Pedra Vinho Verde Alvarinho 2010
Soalheiro Vinho Verde Alvarinho branco 2011
Quinta de Soalheiro Vinho Verde Alvarinho Reserva branco 2010
Contacto Vinho Verde Alvarinho branco 2011

VINHO VERDE
Aphros Daphne Vinho Verde branco 2011
Aphros Ten Vinho Verde Loureiro branco 2011
Aphros Vinho Verde Loureiro branco 2011
Aphros Silenus Vinho Verde tinto 2010
Quinta de Lourosa Reg. Minho Alvarinho - Arinto branco 2011
Dócil Vinho Verde Loureiro branco 2011

DOURO
Alves de Sousa Reserva Pessoal Douro tinto 2003
Conceito Douro branco 2011
Meruge Douro tinto 2008
Coche Douro branco 2010
Omlet Douro tinto 2008
Charme Douro tinto 2010
Robustus Douro tinto 2008
Quinta Casa Amarela Douro Grande Reserva tinto 2009
Quinta do Crasto Vinha Maria Teresa Douro tinto 2009
Passadouro Douro Reserva tinto 2010
Quinta do Passadouro Douro Touriga Nacional tinto 2010
Quinta do Vallado Douro Touriga Nacional tinto 2009
Carvalhas Douro tinto 2010
Quinta da Romaneira Douro Reserva tinto 2009
Quinta do Portal Douro Touriga Nacional tinto 2009
Kopke Vinhas Velhas Douro tinto 2008
Pintas Douro tinto 2010
Duas Quintas Douro Reserva branco 2011
Branco da Gaivosa Douro branco 2011
Pó de Poeira Reg. Duriense branco 2011
Os Xistos Altos Douro branco 2010

TRÁS-OS-MONTES
Quinta de Arcossó Bago a Bago Trás-os-Montes Superior tinto 2008
Quinta de Arcossó Trás-os-Montes Reserva branco 2010

DÃO
Four C Dão branco 2010
Munda Dão Touriga Nacional tinto 2009
Pedra Cancela Dão Touriga Nacional tinto 2010
Ribeiro Santo Vinha da Neve Dão branco 2011
Pape Dão tinto 2010
Quinta dos Carvalhais Dão Reserva tinto 2008
Júlia Kemper Dão Touriga Nacional tinto 2009
Quinta do Perdigão Dão Encruzado branco 2011
Quinta da Falorca Dão Touriga Nacional tinto 2005
Quinta da Falorca Lagar Dão Reserva tinto 2009
Flor das Maias Dão tinto 2007
Conde de Santar Dão tinto 2009

BAIRRADA
Calda Bordaleza Bairrada tinto 2008
92 Anos de História Bairrada tinto 2009
Nossa Calcário Bairrada branco 2011
Nossa Calcário Bairrada tinto 2010
Luís Pato Vinha Pan Reg. Beiras tinto 2009
Luís Pato Vinha Barrosa Monopólio Vinha Velha Reg. Beiras tinto 2009
Quinta das Bágeiras Bairrada garrafeira tinto 2008
Outrora Bairrada Clássico tinto 2009
Quinta da Dôna Bairrada tinto 2009
Aveleda Reserva da Família Bairrada branco 2011

BEIRA INTERIOR
Beyra Quartz Beira Interior branco 2011
Quinta do Cardo Beira Interior Grande Escolha tinto 2009
Quinta dos Termos “O Deslize de Virgílio Loureiro” Beira Interior Escolha tinto 2009

LISBOA
Ex aequo Reg. Lisboa tinto 2008
Quinta do Monte d'Oiro Reg. Lisboa Reserva tinto 2008
Chocapalha Reg. Lisboa Reserva branco 2011
Chocapalha Reg. Lisboa Reserva tinto 2009
Syrah 24 Reg. Lisboa Syrah tinto 2009
Morgado de Sta. Catherina Bucelas Reserva branco 2010
Quinta de Sant’Ana Reg. Lisboa Reserva tinto 2008
Vale da Mata Reg. Lisboa Reserva tinto 2009

TEJO
Quinta da Lapa Do Tejo Reserva tinto 2009
Quinta da Alorna Reg. Tejo Reserva Arinto-Chardonnay branco 2011
Falcoaria Do Tejo Fernão Pires branco 2011
Quinta Lagoalva de Cima Reg. Tejo Chardonnay/Arinto Reserva branco 2011

PENÍNSULA DE SETÚBAL
Hexagon Reg. Península de Setúbal tinto 2008
Quinta da Bacalhôa Reg. Península de Setúbal Cabernet Sauvignon tinto 2010
Domingos Soares Franco Colecção Privada Reg. Península de Setúbal Syrah e Touriga Francesa tinto 2011
Caios Reg. Península de Setúbal tinto 2008
Cova da Ursa Reg. Península de Setúbal Chardonnay branco 2011
Só Reg. Península de Setúbal Syrah tinto 2008
Terras do Pó Castas Reg. Península de Setúbal Syrah-Petit Verdot tinto 2009
Stanley Reg. Península de Setúbal Reserva tinto 2008

ALENTEJO
Cortes de Cima Homenagem Reg. Alentejano tinto 2009
Esporão Alentejo Private Selection branco 2011
Herdade Perdigão 20 Anos Reg. Alentejano tinto 2008
Paulo Laureano Reg. Alentejano Alicante Bouschet tinto 2008
Terrenus Vinhas Velhas Reg. Alentejano Reserva tinto 2009
Montes Claros Alentejo Garrafeira tinto 2009
Adega Mayor 9 Reg. Alentejano tinto 2008
Herdade Grande 15 Vindimas Reg. Alentejano Colh. Selec. tinto 2009
Quinta do Carmo Reg. Alentejano Reserva tinto 2008
Reguengos Garrafeira dos Sócios Alentejo tinto 2004
Quatro Caminhos Reg. Alentejano reserva tinto 2010
Scala Coeli Reg. Alentejano tinto 2010
Poli Phonia Signature Reg. Alentejano tinto 2010
Menino António Reg. Alentejano Alicante Bouschet tinto 2008
Quinta da Viçosa ST Reg. Alentejano Syrah-Trincadeira tinto 2009
Dona Maria Reg. Alentejano Reserva tinto 2008
Paulo Laureano Selectio Alentejo Grossa tinto 2010
Quinta do Quetzal Alentejo Reserva tinto 2008
Herdade do Peso Reg. Alentejano Reserva tinto 2009
Pedra e Alma Reg. Alentejano tinto 2009
Outeiro Reg. Alentejano tinto 2010

ALGARVE
Monte do Além Reg. Algarve Petit Verdot tinto 2009

VINHO DE MESA
Eminência Vinho de Mesa Loureiro branco 2010
Royal Palmeira Vinho de Mesa Loureiro branco 2009

VINHO DO PORTO
Poças Vinho do Porto Colheita 1976
Poças Porto Vintage 2009
Quinta do Noval Porto Colheita 1986
Barros Quinta da Galeira Porto Vintage 2009
Graham's Vinho do Porto 20 anos
Graham's Vinho do Porto 40 anos
Ramos Pinto Quinta de Ervamoira Porto Vintage 2009
Butler Nephew & Co. Porto Tawny 40 Anos
Niepoort Porto Vintage 2009
Quinta do Passadouro Porto Vintage 2009
Quinta do Grifo Porto Vintage 2009
Rozès Porto Vintage 2009
Burmester Quinta do Arnozelo Porto Vintage 2009

MOSCATEL DO DOURO
Adega de Favaios Moscatel do Douro 1980

MOSCATEL DE SETÚBAL
Bacalhôa Setúbal Moscatel Roxo 2001
Excellent Setúbal Moscatel Roxo Superior

MADEIRA
Blandy’s Madeira Colheita Malmsey 1996
Blandy’s Madeira Colheita Sercial 1995
Blandy’s Madeira Verdelho 1984
Barbeito Single Cask 727 Madeira Colheita Malvasia 2001

AÇORES
Muros de Magma Reg. Açores Verdelho branco 2011
Terrantez do Pico Reg. Açores branco 2011

REVISTA DOS VINHOS DISTINGUE “OS MELHORES DO ANO” EM PORTUGAL


● REVISTA DOS VINHOS DISTINGUE “OS MELHORES DO ANO” EM PORTUGAL - Dez vinhos do Douro, quatro do Porto, quatro da Bairrada e quatro do Alentejo estão entre os 30 vinhos portugueses de 2012 distinguidos com os "Prêmios de Excelência" da Revista de Vinhos, sexta-feira, no Porto.
Os outros premiados são um vinho verde, dois do Dão, um de Lisboa, outro de Setúbal, um moscatel também de Setúbal, um vinho da Madeira e um licoroso de Azeitão. Todos foram escolhidos só pela revista e segundo "critérios editoriais".
            Os vencedores foram conhecidos num jantar efetuado no Centro de Congressos e Exposições da Alfândega do Porto, que serviu para a Revista de Vinhos premiar "os "melhores vinhos portugueses, bem como personalidades, empresas e instituições ligadas aos vinhos e à gastronomia que mais se distinguiram durante o ano de 2012".
            "Um ano inteiro de provas e de visitas a adegas e vinhas ajudou à seleção e atribuição de prêmios aos melhores vinhos do ano" em duas categorias, salientou ainda a revista, num comunicado enviado à agência Lusa.
            Uma das categorias é a dos já referidos Prêmios de Excelência, reservados a "vinhos excepcionais, os melhores entre os melhores". Na segunda categoria encontram-se os "Melhores Vinhos de Portugal", de que fazem parte "131 vinhos das várias regiões vinícolas do país". Nessa listagem encontram-se "espumantes, vinho verde, alvarinho, do Douro, Trás-os-Montes, Dão, Bairrada, Beira Interior, Lisboa, Tejo, Península de Setúbal, Alentejo, e Algarve, vinho de mesa, vinho do Porto, Moscatel do Douro e de Setúbal, Madeira e Açores".
            O prêmio Empresa 2012 foi para a Sogrape, que teve ainda quatro dos seus vinhos distinguidos com Prêmios de Excelência. A casa Rozés, por seu lado, recebeu um prêmio similar, mas na categoria de vinhos generosos, devido aos seus "Porto".
            A distinção Adega Cooperativa 2012 coube à Adega de Vila Real.
            Mário Sérgio Alves, da Quinta das Bágeiras, em Sangalhos (Bairrada), foi considerado o produtor ano 2012, tendo sucedido a Álvaro Castro, do Dão. Um dos seus vinhos, Quinta das Bágeiras Pai Abel Bairrada branco 2009, recebeu um dos 30 Prêmios de Excelência atribuídos este ano pela Revista de Vinhos.
            Os enólogos de 2012 são Luís Sottomayor, da Sogrape - Casa Ferreirinha, que nesse ano esteve em foco com o lançamento do Barca Velha 2004, e Charles Symington, da Symington Family States, este no que diz respeito aos vinhos generosos.
            João Nicolau de Almeida, enólogo, administrador da Ramos Pinto e criador do conhecido vinho Duas Quintas, é o Senhor do Vinho 2012.
            Outros distinguidos pela Revista de Vinhos foram Paulo Morais, do restaurante Umai, em Lisboa, com o prêmio Gastronomia "David Lopes Ramos", em homenagem àquele que foi um dos mais respeitados críticos de gastronomia e vinhos em Portugal e também jornalista. David Lopes Ramos faleceu em abril de 2011.
            O estabelecimento Comer e Chorar por Mais, do Porto, ganhou o prêmio Loja Gourmet.
Este foi o 16.º ano consecutivo que a revista atribuiu os prêmios. "A lista dos premiados e a clarificação dos argumentos que justificaram as distinções, são o tema de capa da edição de fevereiro da Revista de Vinhos, nas bancas a partir deste sábado", informou a publicação.
            Pelo 16º ano consecutivo, a Revista de Vinhos premia os melhores vinhos portugueses, bem como as personalidades, empresas e instituições ligadas à área de vinhos e gastronomia que mais se distinguiram durante o ano 2012. Seja como for, uns e outros constituem o grupo de néctares que foram considerados como os melhores vinhos lançados em Portugal em 2012. Foram escolhidos 30 Prêmios de Excelência e 131 Prêmios Melhor por Região.

domingo, 17 de fevereiro de 2013

PORTOS DE SONHO



“ ANOTAÇÕES DE VIAGEM - AROMAS E SABORES PORTUGUESES II – PORTOS DE SONHO ” – A revista portuguesa WINE – Essência do Vinho solicitou às casas de Vinho do Porto que lhe enviassem os seus melhores vinhos, os que considerassem mais emblemáticos e carismáticos, os vinhos que melhor interpretassem o conceito abstrato de vinho de sonho, de vinho celestial, capaz de arrancar suspiros de adoração divina quando provados.
            Com todo seu prestígio, receberem 26 vinhos extraordinários, escolhidos a dedo entre a elite de cada casa, enviados em diferentes estilos e perfis, vindos de diferentes famílias e diferentes idades, o que estendeu a prova às três grandes famílias e cores do Vinho do Porto: os Portos Brancos, Tawny e Ruby, a maioria deles com muitos anos de vida e vários com um futuro promissor.
            Pela primeira vez na WINE, um vinho alcançou a pontuação máxima, aliás, seis vinhos chegaram a esta impressionante nota, reconhecendo a perfeição, pureza e qualidade destes vinhos. E melhor, mais seis vinhos obtiveram 19,5 pontos, dando-nos conta da concentração de qualidade das amostras.
            Boa parte das casas confiou sua representação a vinhos da família Tawny, que em mais de um caso ultrapassaram o primeiro século de vida. São poucos os vinhos do mundo que podem se orgulhar de apresentar-se vivos e vibrantes com mais de 100 anos de vida. Além disto, é importante citar que entre os 26 vinhos, tenham sido enviados quatro Porto brancos, sendo três deles Colheita e um vinho com indicação de +40 anos, o Andresen+40 anos. Os Portos brancos restantes, todos eles da condição Colheita, dividiam-se entre o Barros Colheita White de 1935, e ainda os elegantes Dalva Colheita Golden White 1963 e Dalva Colheita Golden White 1971.
            Os vinhos do Porto Tawny dominaram por completo a prova, divididos entre os Porto Colheita e os vinhos do Porto muito velhos, mas sem possibilidade de indicação de idade real. Por isto, apesar de se saber com alguma acuidade a idade do Scion ou do Tributa, não se pode dar-lhes uma data. O Niepoort VV ou o Wine and Soul 5G – Five Generations, vinhos muito velhos, resultam de cortes com mais de uma colheita de vinhos muito velhos, sem possibilidade real de ostentar uma data em particular.
            Por sua vez, o Andresen 1910 e o Wiese & Krohn 1863 são dois vinhos do Porto Colheita, de apenas um ano e com confirmação por conta corrente sobre sua procedência e idade. Curiosamente, entre os seis vinhos com pontuação máxima, encontravam-se duas amostras de cada tipo: dois Porto Colheita, dois Porto muito velhos com idade definida e dois Portos muito velhos que resultam de cortes de diferentes anos.
            Com estes predicados, foi então organizada uma prova de vinhos do Portos de Sonho que fez parte da ESSÊNCIA DO VINHO PORTO 2013. Esta prova foi conduzida por Rui Falcão, que dispensa maiores apresentações como crítico de vinhos em Portugal. Além disto, cada um dos produtores destes vinhos esteve presente, numa justa homenagem aos seus antecessores, pois as famílias estão no negócio do Vinho do Porto há séculos.
Rui Falcão iniciou a prova dizendo que nunca havia dado 20 pontos a nenhum vinho e que estes seis vinhos do Porto absolutamente raros e com preços que chegam a atingir os 3.000€ por garrafa eram uma expressão de rara beleza e pureza. Prova única e nunca outrora realizada em Portugal, contou com vinhos do Porto como o Andresen 1910, Niepoort VV, Wine & Soul 5G- Five Generations, Scion, Tributa e Wiese & Krohn 1863.
            Diante destes vinhos o que fazer? Relaxar e provar “obras de arte”, que eu nunca antes imaginei degustar. Minhas anotações sobre cada um deles, bem como parte do que os seus produtores comentaram estão descritas a seguir:

● Wine & Soul 5G- Five Generations – Vinho criado no Douro onde a grande amplitude térmica entre dia e noite, e ainda entre o verão e o inverno permitem criar vinhos de extremo frescor e complexidade. Um vinho com nota mineral, com energia de um “Madeira”. Um vinho de muita delicadeza e frescura, grande elegância, com notas de figo turco seco, caramelo e amêndoas torradas, muito complexo. Em boca mostra um singular balanço, suave e de muito frescor, longo, longo !

● Niepoort VV – Este é o segundo VV que vem ao mercado. O primeiro deles veio através do avô de Dirk. Está baseado num vinho muito velho, cortado com outros vinhos velhos, resultando num aroma enfumaçado, de grande complexidade. Um vinho fino, puro e onde sobressai a delicadeza, que vai crescendo e ganha novas dimensões em taça. Aromas de caramelo, especiarias doces, e um paladar de grande frescor. Amadurecido em Vila Nova de Gaia, onde a umidade é maior. 60% do vinho provem de 1863 e 40% de velhas garrafeiras.

● Scion – Um vinho do Vale do Douro onde a cor âmbar escura sobressai de imediato. Uma enorme complexidade de aromas onde aparecem as notas de couro, de especiarias doces, de pétalas de rosas, fico turco seco, com toques mentolados. Na boca mostra grande corpo e potência, com paladar de figo seco e tâmaras, e um balanço perfeito entre o corpo, o frescor e o açúcar. Tudo indica ter-se originado de um vinho de 1855.

● Andresen 1910 – Um vinho de cor âmbar muito escura. Nariz repleto de aromas doces, como canela, avelãs e café. Toques minerais salinos também aparecem. Na boca mostra uma acidez e persistência surpreendentes.  Mais um vinho de raro balanço entre o frescor e a doçura do vinho, nada enjoativa. Longo e persistente. A Andresen é uma pequena empresa que compra vinhos e os cria em Vila Nova de Gaia, para depois vendê-los para um mercado sedento de bons produtos. Ser pequeno pode ter suas vantagens, e uma delas é a paixão pelo Tawny, criado em pequenas quantidades para envelhecimento.

● Wiese & Krohn 1863 – Um colheita que está em pipa desde 1863. Um vinho inacreditável. Criado em Vila Nova de Gaia, já foi vendido em pequenas quantidades em 1950. Um vinho cor âmbar muito escura, que mostra de imediato as notas de café, frutas secas e imenso frescor. Muito concentrado e criando um impacto espetacular na boca. “Creme de la creme”, vivo, com um frescor sensacional, doce sem excessos, nada enjoativo, com uma persistência muito longa! A Wiese & Krohn foi fundada em 1864 mas já tinha vinhos em estoque, e fez questão de guardar estes tesouros. Um vinho pré-filoxera. Importante citar que a Wiese & Krohn tem em estoque um Porto branco 1863!!!

● Vallado Tributa – Um vinho extremamente doce, com um frescor que o faz sedoso e muito gostoso de beber. Cor muito escura lembrando mogno. Mostra grande concentração, com notas de café, especiarias doces como canela e condimentos como noz-moscada, alem de chocolate amargo. O perfil de aromas repete-se no paladar num ataque de muita energia e vivacidade. No fim de boca fica um gosto de figo turco e doce de figo. Longo e prazeroso.

Fim de prova destes vinhos e uma sensação impressionante, arrebatadora, reina no ambiente. Vinhos que além das nossas sensações, despertam emoções. Vinhos de Sonho ! Semana que vem falaremos sobre muito mais !

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

ESSENCIA DO VINHO – UMA EXPERIÊNCIA A SER PROVADA NA VIDA DE UM AMANTE DE VINHOS: ESSÊNCIA DO VINHO – PORTO – UM BRINDE A 10ª EDIÇÃO

● ESSENCIA DO VINHO – UMA EXPERIÊNCIA A SER PROVADA NA VIDA DE UM AMANTE DE VINHOS: ESSÊNCIA DO VINHO – PORTO – UM BRINDE A 10ª EDIÇÃO – Pela décima edição da Essência do Vinho, que decorreu entre quinta-feira e domingo no Palácio da Bolsa, no Porto, passaram 23.000 visitantes. O próximo grande passo será a realização de um evento similar no Rio de Janeiro, no Brasil, nos dias 2 e 3 de Maio. Os números são impressionantes, pois destes cerca de 23.000 pessoas, 17% são estrangeiras e isto dá grande visibilidade ao vinho português. A Essência do Vinho diz que preparou uma “edição especial” comemorativa dos 10 anos do evento e que o programa foi “o melhor de sempre”. Houve “3.000 vinhos em prova”, participaram 350 produtores nacionais e estrangeiros e o público teve ao seu dispor cerca de 20 provas diferenciadas. “O público percebeu o grande esforço que empreendemos nesta edição e compensou-nos com esta elevada adesão”, considera ainda Nuno Botelho. O diretor da EV conclui que, “nestes últimos 10 anos, o setor do vinho é unânime em valorizar a contribuição do evento Essência do Vinho – Porto enquanto ferramenta estratégica de comunicação, em particular junto dos consumidores e dos líderes de opinião”.

TOP TEN ESSENCIA DO VINHO – MELHORES VINHOS DE PORTUGAL EM 2013


● TOP TEN ESSENCIA DO VINHO – MELHORES VINHOS DE PORTUGAL EM 2013: O Tributo 2010 (tinto), produzido no Tejo por Rui Reguinga, e o Soalheiro Alvarinho Primeiras Vinhas 2011 (branco), produzido em Melgaço pelo projeto familiar Vinus Soalheiro, foram os grandes vencedores do “TOP 10 Vinhos Portugueses”.
A prova decorreu na passada quinta-feira, no Palácio da Bolsa, horas antes da abertura ao público da 10ª edição do evento ESSÊNCIA DO VINHO - PORTO. Os restantes vencedores, conhecidos no jantar desse mesmo dia, na Casa da Música, foram:
Guru 2011 (2º vinho branco, Douro),
CV - Curriculum Vitae 2010 (2º vinho tinto, Douro),
Pintas 2010 (3º vinho tinto, Douro),
Terrenus Vinhas Velhas Reserva 2009 (4º vinho tinto, Regional Alentejano),
Casa de Santa Vitória Grande Reserva 2008 (5º vinho tinto, Regional Alentejano),
Passadouro Touriga Nacional 2010 (6º vinho tinto, Douro),
Grande Rocim Reserva 2009 (7º vinho tinto, Alentejo) e
Hexagon 2008 (8º vinho tinto, Península de Setúbal).

Os vinhos em prova (39 tintos e 14 brancos) foram pré-selecionados pela revista WINE – A Essência do Vinho, tendo obtido as melhores pontuações ao longo do último ano, naquela publicação.
Os 10 mais bem classificados (8 tintos e 2 brancos) constituem o “TOP 10 (TEN) dos Vinhos Portugueses”, uma das mais referenciadas provas de vinhos nacionais da atualidade que, nesta edição, contou um júri constituído por elementos de sete países: Alemanha, Brasil, Dinamarca, Espanha, Finlândia, Portugal e Suécia.
A prova é organizada pela revista WINE em parceria com a ViniPortugal. Nesta 10ª edição do ESSÊNCIA DO VINHO - PORTO foram também divulgados os prémios da WINE que distinguiram os “Melhores do Ano 2012”, no vinho e na gastronomia.

Uma dica para quem for a Portugal: Faça sua “colinha”, para não perder nenhum !!! Valem a pena.

02 a 03.MAIO.2013. ESSENCIA DO VINHO RIO DE JANEIRO


● 02 a 03.MAIO.2013. ESSENCIA DO VINHO RIO DE JANEIRO - Pela décima edição da Essência do Vinho, que decorreu entre quinta-feira  e domingo no Palácio da Bolsa, no Porto/Portugal, passaram 23.000 visitantes !!! O próximo grande passo será a realização de um evento similar no Rio de Janeiro, nos dias 2 e 3 de Maio. Nuno Pires, um dos diretores do Grupo, diz que o Essência do Vinho – Rio de Janeiro obedecerá ao “conceito” aplicado no Porto desde que o evento foi lançado há 10 anos e que “já tem provas dadas de sucesso”. Muitas distribuidoras de vinhos no Brasil e produtores de países como Chile, Argentina, França, Itália e Espanha também já mostraram interesse em participar no evento. O evento tem tudo para estreiar com “pé-direito” em sua primeira edição. O evento acontecerá em 2 e 3 de Maio no CENTRO DE CONVENÇÕES SUL-AMÉRICA / RIO DE JANEIRO. Se você gosta de vinhos, agende estas datas !!! Aproveite o feriado de 1º de Maio e extenda o seu fim de semana pela “Cidade Maravilhosa”.
A foto mostra os Salões da ESSENCIA DO VINHO 2013 realizado na cidade do Porto entre 07 e 10/02/2013, recém-acabada.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Sala de Barricas da Quinta de Lemos

Provando o Encruzado da Quinta de Lemos





Adega da Quinta de Lemos

Vista da Adega



Provando o Alfocheiro 2009 da Quinta de Lemos

Provando direto da Cuba

Quinta de Lemos

Visões iniciais da vinha e instalações da Quinta de Lemos







Vinha da Quinta do Portal

Vinha da Quinta do Portal







Amanhecer do dia na Quinta do Portal

Belo amanhecer do dia !









Abrindo Vinhos do Porto com Tenaz

Experiência memorável na Quinta do Portal com o enologo Paulo Coutinho.